20 de jun de 2010

Pnuma constata que biodiversidade pode contribuir com a economia mundial

Achim Steiner, diretor-executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente (Pnuma) , afirmou na segunda-feira, 10 de janeiro, que um esforço sem precedentes de consciência política, científica, econômica e pública é necessário para reverter e impedir a perda de recursos naturais do planeta.

Em discurso durante o lançamento oficial do Ano Internacional da Biodiversidade em Berlim, na Alemanha, Steiner pediu aos chefes de Estado que participavam do evento para que a comunidade internacional restaure a infraestrutura ecológica danificada ao longo dos séculos.
O diretor-executivo do Programa da ONU afirmou que as palavras biodiversidade e ecossistema podem parecer abstratas e remotas, mas que não existe nada abstrato sobre o papel delas na economia e nas vidas de bilhões de pessoas.

Ele citou os recifes de corais e os benefícios gerados por esses ecossistemas. Segundo dados do Pnuma os recifes geram milhares de dólares por hectare em defesa costeira e outras áreas de gestão de desastres naturais.

Steiner ainda afirmou que, se o verdadeiro valor dos corais for incluído no planejamento econômico, escolhas mais racionais e sustentáveis seriam feitas para o desenvolvimento, controle de poluição e gestão de recursos.

Ele lembrou que o resultado é parecido em relação a todos os outros recursos naturais do planeta, como florestas, fontes de água, montanhas e solos.
ambientebrasil

Nenhum comentário: