2 de ago de 2010

O lixo lançado nos mananciais

Investigue a situação dos mananciais da sua região. Rios já atingidos por efluentes em larga escala, industriais ou de esgoto doméstico, devem agravar seu quadro e, por conseguinte, de outros cursos d’água a eles ligados.

Faça, com a ajuda de especialistas, uma comparação histórica entre o volume e o tipo de poluentes lançados nos principais rios que abastecem sua cidade, assim como as condições atuais de cada um deles – vazão, piscosidade, assoreamento e níveis de oxigênio e de componentes nocivos, por exemplo.

Que ações estão sendo tomadas para responsabilização de empresas ou do próprio poder público para reduzir a carga tóxica despejada nos rios? Com as mudanças do clima, devem se agravar problemas como a proliferação de algas, devido ao acúmulo de matéria orgânica e à concentração de compostos poluentes nos corpos hídricos.

Entre as conseqüências estão o assoreamento, a contaminação e a mortalidade de peixes, o encarecimento no custo de tratamento, além da redução na quantidade e na qualidade da água oferecida à população. Em situações extremas de seca ou cheias, também o processo de recuperação, após um desastre ambiental, deverá ser mais lento e oneroso.

Nenhum comentário: