27 de jul de 2010

Profissões verdes em franca expansão

Num período em que temas como aquecimento global, poluição, destruição de florestas e da biodiversidade e escassez de água estão em evidência, o mercado ambiental encontra-se em franca expansão.

Na Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), a procura por cursos na área ambiental dobrou nos últimos dois anos. Hoje são mais de 800 alunos nos cursos de Gestão Ambiental, Engenharia Ambiental e Ciências Biológicas.

Segundo a coordenadora da área, professora Débora Regina Machado Silva, diante de uma demanda recente, com foco no desenvolvimento econômico acelerado, de uma legislação mais rigorosa e da maior conscientização de preservação por parte das empresas e das pessoas, as profissões verdes passaram a ser mais procuradas e valorizadas.“Essas carreiras, apesar de serem novas, têm boas perspectivas porque há poucos profissionais com formação universitária”, explica.

Levantamento feito no Brasil pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostra que já existem 2,6 milhões de postos verdes no país, o que representa 6,73% do total de empregos existentes em todo o território nacional.

De acordo com a Organização Profuturo de Pesquisas Sociais, que as carreiras nas áreas ambientais e aquelas que oferecem serviços que facilitem a vida das pessoas, estão entre as profissões mais promissoras até 2020.

Carbono Brasil

Nenhum comentário: