27 de jan de 2013

Brasil fará inventário minucioso da Floresta Amazônica

O governo brasileiro prepara um inventário minucioso da Amazônia, maior reserva tropical do planeta, com o qual pretende não só fazer um levantamento de suas riquezas, mas também avaliar a qualidade das florestas e das áreas degradadas, informou esta sexta-feira o Ministério do Meio Ambiente.
O inventário, que será concluído em até quatro anos, inclui as espécies de árvores da Amazônia, o que "nos permitirá ter um panorama amplo de qualidade e as condições do que se conhece como cobertura florestal" e ajudará a "melhorar a implantação de políticas públicas", informou o ministério em um comunicado.
"Vamos conhecer a selva por dentro", disse o diretor do serviço florestal, Antonio Carlos Hummel. O último inventário florestal do país foi realizado em 1970.
"Saberemos que tipo de florestas tempos, sua qualidade, descobriremos espécies, saberemos mais sobre as espécies em extinção", afirmou a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, citada pela estatal Agência Brasil.
Entre agosto de 2011 e julho de 2012, a superfície desmatada da Amazônia foi de 4.656 km2, a menor desde que existem registros oficiais na área, o que supõe uma redução de 27% com relação aos doze meses anteriores.
O Brasil, um dos maiores responsáveis pelo aquecimento global devido à destruição de suas florestas, se comprometeu em 2009 a reduzir o desmatamento da Amazônia em 80% até 2020, quando a destruição da floresta não deve superar os 3.925 km².


AFP

Nenhum comentário: