10 de set de 2010

Planejamento para os recursos hídricos

O gerenciamento da água já é um dos grandes desafios do século 21 e será agravado em decorrência das mudanças do clima.

Apesar da boa notícia de que o país atingiu, em 2008, a importante marca de 91,3% dos domicílios de área urbana com água canalizada, informação divulgada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o acesso à água potável deverá ser afetado em todas as regiões com a maior intensidade e freqüência das secas ou, de outro lado, pela precipitação muito acima da média.

Em ambos os casos, a alteração gera instabilidade no fornecimento de água e potencializa os vetores e as doenças de veiculação hídrica, como hepatite A, diarréia, malária, leptospirose. Apure qual é a estabilidade dos atuais reservatórios e dos corpos d’água em sua região e identifique os riscos de desabastecimento em sua cidade.

Procure explorar os dados para além das médias percentuais. Fora da média é possível encontrar desigualdades bastante severas. Aprofunde ainda o diagnóstico desse universo sem acesso: 8,7% da população urbana. Quantas e quem são essas pessoas, onde vivem, existem ações concretas para sua inclusão?

Mudanças Climáticas - Políticas locais

Nenhum comentário: