12 de jun de 2010

Brasil vai receber U$ 13 milhões para projetos de conservação do Cerrado

Na próxima segunda-feira (14), serão destinados recursos de U$ 13 milhões a quatro projetos de preservação do bioma Cerrado. A iniciativa faz parte de um acordo de doação entre o Banco Mundial, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o ICMBio e os governos de Goiás e Tocantins, que integram o Programa Iniciativa Cerrado Sustentável.

O recurso será doado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, sigla em inglês), e os acordos serão assinados às 15h, no Auditório do MMA no Edifício Marie Prendi Cruz (505 Norte), em Brasília-DF.

O Programa Iniciativa Cerrado Sustentável é um dos instrumentos do MMA para a implementação de parte dos objetivos e das diretrizes preconizados pelo Programa Nacional de Conservação e Uso Sustentável do Bioma Cerrado (Programa Cerrado Sustentável), instituído por meio do Decreto 5.577/2005.

Os quatro projetos devem ser executados em um período de quatro anos, e vão contribuir para a valorização do Cerrado por meio de atividades de conservação, restauração, recuperação e manejo sustentável de ecossistemas naturais.

Também vão colaborar na implementação de novas políticas ambientais, bem com para o fortalecimento de instituições públicas e da sociedade civil envolvidas com a conservação ambiental, expansão de áreas protegidas e desenvolvimento de um sistema de monitoramento ambiental.

O MMA atuará como coordenador do programa e o Fundo Brasileiro para Biodiversidade (Funbio) será o executor do recurso de doação. Estarão presentes ao evento a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, os governadores de Tocantins, Carlos Henrique Gaguim, e de Goiás, Alcides Rodrigues Filho, além do diretor do Banco Mundial no Brasil, Makhtar Diop, e do presidente do ICMBio, Rômulo Mendes.

por Carine Correa - MMA

Nenhum comentário: